segunda-feira, 22 de junho de 2009

"Where You Are": KYLE VINCENT!

Quando você encontra um herói não deve procurar a capa ou o uniforme. Não peça nenhum favor nem pergunte onde esconde seus superpoderes. Questionar sobre seus truques, então, nem pensar. Apenas agradeça por ter colocado suas habilidades em favor de todos nós. E é isso que faremos aqui, frente a frente com o cantor-compositor californiano Kyle Vincent, veterano da cena que chega ao seu nono álbum com este Where You Are.

Venerado por power poppers do mudo todo, Vincent na verdade traz à tona o soft pop setentista e rememora as sonoridades atemporais da AM radio. O americano compôs, produziu e arranjou todas as canções do disco e contou com a participação, entre outros, de lumiares do power pop como Tommy Dunbar, do Rubinoos e Parthenon Huxley, do P. Hux.

Where You Are carrega no clima emocional das canções e privilegia as baladas com arranjos orquestrais. Ecos da tríade sagrada Badfinger, Big Star e Raspberries estão por toda parte, sintetizados na voz macia de Kyle e sua extrema sensibilidade pop. Que já dá as caras na abertura com a bela “It’s Gonna Be A Great Day”, com suas, harmonizações vocais aeradas e arranjos instrumentais bem tramados.

“In Another Life”, “The World Is Upside Down” e “Where You Are” são baladas clássicas puxadas pelo piano e que poderiam chegar a qualquer posto nas paradas já ocupadas por Eric Carmen – ou a qualquer coração carente de ternas melodias. “Emily Standing” acalma o espírito com seu refrão memorável e “It’s A Lonely World” capricha no falsete de Vincent e nos remete, sem escalas, ao som dos Raspberries. Mais uma balada com melodia envolvente atemporal: “Satellite”.

Nesse ponto a impressão é que os superpoderes pop de Kyle Vicent são infindáveis. Ganchos atrás de ganchos em sensíveis canções que ele parece poder escrever indefinidamente. “Goin’ Down” imprime ritmo mais up e pegada adesiva no refrão e “Sakura Lullaby” homenageia grande audiência japonesa de Kyle. A belíssima “On My Ride” mescla as emoções de Elton John e Badfinger em uma só peça, enquanto o hino pacifista “Petals Of Peace” encerra o disco.
Quando você encontrar Kyle Vincent e suas canções só esteja preparado... para ter um dia melhor.

http://www.kylevincent.com/
www.myspace.com/kylevincent

Um comentário:

dbareas disse...

Poxa, curti demais as músicas do disco que estão no MySpace...belas melodias, arranjos sofisticados, super-bem produzido...das que eu ouvi pelo menos "Petals of Peace" e "The World Is Upside Down" são matadoras, lindas demais